O QUE É?

O prurido anal corresponde à presença de comichão intensa no ânus ou na pele em seu redor. É uma sensação desagradável que alivia com o ato de coçar. O prurido anal pode causar desconforto e situações embaraçosas em contextos sociais.

QUAIS SÃO AS CAUSAS?

O prurido anal pode ter múltiplas causas: hemorróidas (veias inchadas no reto, que também podem causar dor no ânus ou perda de sangue), infeções (como fungos (como a candidíase), bactérias, vírus (como os condilomas) ou parasitas (como a sarna ou as lombrigas)), presença de fezes/secreções na pele em redor do ânus (pode acontecer em casos de diarreia), algumas comidas que irritam a pele e o ânus (como o café, chá, cerveja, chocolate, leite, tomates e citrinos, comida condimentada), doenças do ânus (como abcessos, fístulas, fissuras ou tumores) e doenças de pele (como a psoríase).

COMO SE ESTUDA?

O estudo do prurido anal começa por uma avaliação do ânus e pele em seu redor, assim como de toque retal. Pode ser necessária a realização de colonoscopia total (introdução de um aparelho com câmara para inspecionar o intestino grosso) ou estudo de infeções nas fezes.

COMO SE TRATA?

A abordagem do prurido anal começa por manter a pele e o ânus limpos e secos, sendo importante haver uma limpeza cuidada após cada ida à casa de banho: por exemplo, lavagem com água após cada dejeção usando sabão simples, secar bem a pele com toalha, podendo ainda aplicar pó de talco para manter a zona seca. É também importante o uso de roupa interior de algodão para evitar irritações da pele.

Podem ser utilizadas pomadas para a comichão, nomeadamente pomadas com cortisona, que devem ser aplicadas por um curto período de tempo (menos de 2 semanas) para evitar efeitos secundários. Também podem ser aplicadas pomadas cicatrizantes à base de óxido de zinco (como o Halibut®).

Se o prurido for maioritariamente durante a noite, pode ser benéfico a toma de medicamentos como anti-histamínicos.

Se o prurido estiver relacionado com algum alimento da dieta pode ser benéfico suspender o consumo desse alimento.

Se existir uma causa identificada para o prurido, como hemorróidas ou uma infeção, poderá ser feito um tratamento dirigido à doença em causa.

No caso de prurido anal refratário existem outros tratamentos, contacte o seu médico assistente para mais informações.